O cabelo é um meio de comunicação com a sociedade

Compartilhar artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Costumamos associar o nosso cabelo à nossa identidade, já que ele é pessoal e público ao mesmo tempo. A visão positiva ou negativa influencia diretamente uma mulher. O comprimento, textura, cor afeta, totalmente, como uma pessoa se percebe. Ao longo da história, o cabelo sempre foi significativo para as mulheres. Está intimamente ligado à beleza, juventude e fertilidade. Para elas, um dia de “bad day hair” é o mesmo que um dia ruim. Uma pesquisa nos Estados Unidos indica que 68% das mulheres alegam que um dia com o cabelo ruim afeta, inclusive, seu rendimento no trabalho.

Coincidentemente, pudemos confirmar esta pesquisa em um recente processo de seleção onde pedimos às candidatas uma redação sobre o que o cabelo delas significava para elas mesmas. As respostas são apenas a constatação da realidade:

O meu cabelo é a minha identidade. É ele que me traz a beleza e a magia de poder me sentir bem comigo mesma” D.M.

 “O cabelo traz a força e a personalidade de uma mulher e, ao mesmo tempo, pode transformar uma mulher no que ela quiser” D.P.

“Estar com o meu cabelo arrumado torna o meu dia melhor” S. C.

“Nos dias que me sinto para baixo, gosto de cuidar de meus cabelos, como uma forma de mudar meu humor” S.C.

“Meu cabelo me traz confiança, alegria e satisfação. Quando ele está bonito me deixa muito feliz comigo mesma” D.G.

“Através do meu cabelo expresso o meu humor, seja com um novo corte, penteado ou cor” D.B.C.

“A primeira coisa que faço quando acordo é escovar o meu cabelo. Quando meu cabelo está bem eu estou bem, também” A.O.

“Vejo no meu cabelo a minha melhor maquiagem” – D.Q 

Toda mulher anseia por cabelos brilhantes e macios. Elas falam muito por meio do seu cabelo e do penteado, sendo um de seus grandes trunfos.

Símbolos não faltam para afirmar sua importância:

1. Feminilidade

A história nos mostra que o cabelo é um símbolo de feminilidade. Durante a Guerra Civil no Estados Unidos, quando as mulheres foram proibidas de irem para a batalha, centenas de soldados femininas, cortaram seus cabelos para se parecerem com homens. Já após a batalha de França, em 1940, muitas mulheres tiveram seus cabelos raspados como punição por terem se envolvido com soldados alemães.

2. Identidade

Não é de se admirar que para as mulheres, seu cabelo é a glória suprema, como está escrito na Bíblia: Segundo 1 Coríntios 11:15: “mas para a mulher, se o seu cabelo é abundante, é a glória para ela; o cabelo foi lhe dado como cobertura”.

Já hoje em dia, a transição capilar (deixar de usar química), assumindo seu cabelo como ele é naturalmente, faz parte da identidade e suas raízes.

3. Beleza

O cabelo é símbolo de beleza desde sempre.  Nos tempos antigos, ferro e óleo eram usados para manter o cabelo alinhado, brilhante e macio.

Hoje em dia, é o cabelo desarrumado que se tornou símbolo de leveza, beleza e liberdade!

4. Liberação

O cabelo e seu penteado também são símbolo de liberação. Em 1950, mulheres chinesas favoreceram o cabelo curto. Este simples penteado foi apelidado de “Liberation Hairdo” como símbolo das mulheres que tomam o controle de suas vidas. Até hoje, algumas mulheres usam este corte como forma de expressar sua liberdade.

Não à toa que a indústria da beleza, sobretudo dos cabelos, é multibilionária. Não é só porque acreditamos que a aparência importa, mas sim, porque o cabelo representa nossa personalidade, pensamentos e crenças. Ele é, também, um meio de comunicação com a sociedade. Também nos expressamos através dele.

E, você? O que deseja expressar em seu cabelo e corte?

Gostou do artigo?

Assine gratuitamente nossa newsletter e receba mais conteúdos como esse por e-mail.

NOVO ENDEREÇO
Rua Lisboa, 90 – Pinheiros, São Paulo
(11) 3082.1974