A Evolução da Extensão Capilar

Compartilhar artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Antes e depois de alongamento feito, em cabelo loiro, com as Microcápsulas de queratina By Rosy Fharia

Sempre utilizados para dar um “up” na aparência, esconder falhas e melhorar a autoestima, o método de alongamento surgiu muito antes do que se pode imaginar.

Antigo Egito

O primeiro registro sobre alongamento capilar, que se tem notícia, é do Antigo Egito. Faraós, políticos e membros de famílias abastadas usavam extensão capilar com cabelos humanos ou lã de ovelha tingida. As extensões eram feitas com nós no cabelo natural da pessoa.

Símbolo de Status Unissex.

Entre os séculos 16 e 19, perucas compridas eram muito populares entre os europeus. Eram consideradas um símbolo de status, quanto maior mais poder e status. A rainha Elizabeth I usava perucas e cabelos postiços para aumentar sua estatura, também.

Em meados de 1.600, homens passam a usar perucas. Além de conferir status, também escondia a real condição dos cabelos naturais. 

Moda

Já nos anos 60, cabelos “fakes” eram anexados no alto da cabeça, com um lenço, ficando bem alto e com franja.

Este “look” ficou conhecido como “colmeia”, mais tarde popularizado por bandas femininas, como “The Ronettes”.

Brigitte Bardot e Jackie Kennedy introduziram a ideia de alongamento com parte de seu “look” cotidiano. De qualquer forma, custavam muito caro e pouquíssimas pessoas usavam extensão capilar.

Tornou-se comercialmente mais acessível a partir dos anos 90, com novas técnicas desenvolvidas, como o “Tic-Tac”. Garotas costumavam usar algumas mechas coloridas.

Século 21

Hoje, a extensão capilar faz parte dos acessórios, naturalmente. “Influencers”, como as irmãs Kardashians são vistas usando extensões capilares para trocar de estilo, completa e rapidamente.

As extensões de cabelo foram desenvolvidas não apenas para melhorar o comprimento do cabelo ou ocultar áreas problemáticas, mas também para dar mais volume ou agregar outras tonalidades.

As extensões de cabelo serviram a vários propósitos ao longo da história. Tudo começou como um símbolo de status, passou a ser um acessório prático. Agora, é uma parte indispensável do look, compondo não somente o visual da pessoa, mas também a forma como ela se enxerga e se sente bem com ela mesma, é uma forma de expressar seu estado de espírito e personalidade.

Por esta razão, Rosy Fharia está sempre desenvolvendo e aprimorando seu método e técnica, como as micro e nano cápsulas e, agora, as cápsulas de queratina, em parceria com a marca italiana de queratina, a  “K”,  a fim de trazer mais naturalidade e melhor acabamento, compartilhando sua habilidade em cursos e workshops, além de desenvolver produtos específicos para quem usa extensão, como: escovas, shampoo, condicionador, leave in.

Conheça a Loja e a Academia da Rosy!

Ficou com vontade? Agende uma avaliação!

Gostou do artigo?

Assine gratuitamente nossa newsletter e receba mais conteúdos como esse por e-mail.

NOVO ENDEREÇO
Rua Lisboa, 90 – Pinheiros, São Paulo
(11) 3082.1974